Blog
Início » Google Tag Manager
out 10, 2017 |

Google Tag Manager

Google Tag Manager.

Você sabe o que é o Google Tag Manager? Caso não saiba, tudo bem, não tem problema algum com isso! Com toda certeza você veio ao lugar certo : )

Vamos descobrir então o que é o Google Tag Manager e aprender a utilizar suas funcionalidades básicas!

 

O que é o Google Tag Manager

 

Você já imaginou um mundo onde é possível editar o código sem mexer nele? Ou mais especificamente, sem ter acesso a ele?

“Impossível” deve ser o que você está pensando agora. Mas preciso te contar.. Não é não rs.

Basicamente, essa é a tarefa do Google Tag Manager: permitir o acréscimo de código em páginas web sem a necessidade de ter o acesso direto às mesmas.

Claro que, novamente, isso acontece graças ao nosso caro amigo Google.  Mas até  que ponto isso pode ser interessante ou mesmo válido?

Bom, digamos que para as agências que cuidam da parte de otimização de websites ou mesmo efetuam a análise dos mesmo pelo Google Analytics, ou com oGoogle Search Console, isso com toda certeza é um fator muito relevante.

Caso você não saiba o que é o Google Search Console, temos uma vasta gama de artigos sobre ele. Desde o que é o Google Search Console, a até mesmo um pouco mais sobre suas principais funcionalidades em dois artigos (artigo 1, artigo 2).

Por que? Simples, dessa forma, não temos problemas como ficar intermediando a situação entre desenvolvedores de empresas diferentes pedindo acesso um para o outro para mexerem nos respectivos sites das outras empresas.

Basta simplesmente uma implementação e pronto, você pode começar a inserir os seus trechos de script ou tags que sejam necessárias para seu uso sem precisar “repassar” elas para que outros implementem.

Então, vamos descobrir como isso realmente funciona? Não adianta eu só ficar falando sobre o Google Tag Manager aqui para vocês sem mostrar né? 😀

 

Como inserir o Google Tag Manager

 

Bom, antes de tudo, você vai precisar de uma conta Gmail para poder fazer isso.

Após a criação da mesma, você deve:

  • acessar o site do Google Tag Manager, e em seguida você terá um visual próximo deste:

Adicionando propriedades no Google Tag Manager.

  • Nessa nova página, na primeira seção de Configurar conta, você deve inserir o nome da sua empresa;
  • Já na segunda seção de Configuração de Contêiner, você deve selecionar a opção Web, para a inserção de sites e inserir a URL do seu site;
  • Assim, podemos prosseguir clicando no botão criar;
  • No momento estamos na seção que é uma das mais importantes:
    • Aqui, temos o trecho de código do Google Tag Manager, ele deve ser inserido junto ao código do seu site. Normalmente, ele deve estar em todas as páginas de forma dinâmica;
    • Quanto à sua inserção na página, basta que você insira ele seguindo as instruções que são disponibilizadas para você pela ferramenta;
    • O primeiro trecho de código deve ser inserido o mais alto possível dentro da sua tag <head></head>;
    • Já o segundo, deve estar logo após a abertura da tag <body></body>, ou seja, assim que você abrir essa tag, a sua próxima deve ser a <noscript></noscript> do Google Tag Manager.

Código para inserir do Google Tag Manager.

E pronto! Temos o Google Tag Manager inserido no seu site.

 

Funcionalidades do Google Tag Manager

 

Certo!!  Agora você já sabe um pouco do propósito do Google Tag Manager. Também vimos como criar a conta do Google Tag Manager e como inserir o código gerado por ele no seu website, iniciando assim uma propriedade.

Agora, que tal olharmos um pouco as funcionalidades da ferramenta?

Primeiro vamos ver como está dividido o painel principal do Google Tag Manager. Temos as seguintes seções:

Tela inicial do Google Tag Manager.

  • A visão geral, em que você consegue realizar um rápido acompanhamento ou visualização de como vão as coisas e consegue acessar rapidamente funções fixas;
  • As Tags, que no caso refere-se à todas as implementações de código ativas que você efetuou nessa propriedade que está acessando;
  • Os acionadores, que basicamente são como se fossem os gatilhos para ativar determinados comportamentos pelo Google Tag Manager;
  • As variáveis, que assim como o nome já exemplifica, nada mais são do que variáveis que podem ser utilizadas para armazenar valores como URLs, cookies, códigos, e afins;
  • Por fim, temos a funcionalidade pasta. Ela serve para que você possa organizar tags, acionadores ou mesmo variáveis. Tudo em um único ponto da forma que você preferir. : D

Menu inicial do Google Tag Manager.

Inserindo uma Tags no Google Tag Manager

 

Agora que já sabemos um pouco mais sobre as funcionalidades básicas do Google Tag Manager, que tal aprofundarmos um pouco mais?

Que tal implementarmos uma Tag do zero utilizando o Google Tag Manager? Então vamos lá!

Nesse exemplo, vamos inserir a Tag do Google Analytics. Não é nenhuma inserção muito complicada. Você apenas deve ficar atento ao passo a passo que deve ser seguido.

Para inserir essa Tag devemos seguir os seguintes passos:

  • Primeiro, precisamos acessar no menu a parte referente a tags;

Inserindo Tag no Google Tag Manager.

  • Tendo aberto ela, vamos clicar em nova para adicionar uma nova tag;
  • Então você terá essa tela aberta para você:

Criando uma nova tag com o Google Tag Manager.

  • Nela, você deve:
    • Inserir um nome identificável para a sua Tag;
    • Em seguida, vamos selecionar a parte de configuração de Tag;
    • Agora você vai ter que selecionar o tipo de Tag, como estamos inserindo uma que é do Google Analytics, vamos usar o modelo específico Universal Analytics, que já é designado para essa inserção;
    • Feito isso, você tem que definir o tipo de acompanhamento, no caso como estamos teoricamente inserindo o código do Google Analytics para habilitar a visão do mesmo no site, vamos utilizar a primeira opção de visualização de página;
    • Já nas configurações do Google Analytics, você deve  selecionar nova variável e inserir o ID do seu Google Analytics no campo que vai aparecer.
  • Agora, só precisamos escolher um acionador. Vamos escolher a opção de All Pages ou todas as páginas, no caso. Assim sua tag vai ser disparada em todas as páginas sempre que forem acessadas.

Feito tudo isso, você deve clicar em enviar e então em publicar. Assim, suas alterações no Google Tag Manager serão efetuadas no seu site.

 

Gostou do post? Tem alguma dúvida? Conte para nós nos comentários ou entre em contato com a gente!

Até o próximo post. : D

Estudante de Análise e Desenvolvimento de Sistemas na Universidade Presbiteriana Mackenzie e Assistente de Desenvolvimento na Empresa de Estratégias Digitais NoTopo.

..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.