Como escolher a sua Agência de Marketing Digital

escolher uma agência de marketing digital

O conceito de marketeiro digital é tão inflacionado quanto o de coucher e startupper.

Isso significa que é sempre mais difícil achar a agência certa para suas necessidades. E não necessariamente por uma questão de qualidade boa ou ruim de umas em comparação com outras.

Simplesmente acredito que cada agência cabe para um cliente diferente, mas principalmente, para um momento diferente.

 

1) Freela, Agência, Consultoria, Assessoria ou Empresa – Os critérios para tomar a sua decisão

 

Por exemplo, se você está começando agora com seu negócio, seja qual for, você não tem um conhecimento do mundo digital tão profundo para fazer a escolha 100% certa.

Pode ler conselhos, blogs, e-books à vontade, mas só a sua experiência vai lhe dizer o que é justo decidir.

Um empresário acrescenta um risco pessoal dentro da empresa que toca, pois ela é parte dele mesmo, tanto pelo dinheiro investido, quanto pelo tempo, pelo sonho, entre outros.

Então antes de investir pesado, você precisa entender bem, se convencer.

Como escolher entre Freelancer e Agência de Marketing Digital?

Se você está começando agora e não tem muita experiência de marketing de internet, eu sugiro começar a tocar algo sozinho, mesmo com pouca eficácia nos resultados. Mas desta forma você vai entender, mãos na massa, os limites da sua competência, os gargalos dos seus processos. E ao mesmo tempo vai se familiarizar com o mundo online e começar a criar um histórico de dados.

Existe um tempo fisiológico de amadurecimento de uma Estratégia de Marketing Digital que não pode se reduzir drasticamente só investindo mais.

Por exemplo, se você está começando do zero, não espere que investindo 10,000/mês chegue a um resultado 10 vezes superior do que investindo R$ 1,000/mês…

…a não ser que você já tenha:

  • Experiência de Marketing Digital;
  • Dados históricos com base para definir uma estratégia;
  • Conhecimento do mercado e de como seus concorrentes divulgam online.

Nesta fase qualquer proposta que você receber, a primeira coisa que você vai ver é o preço, e isso é completamente independente da qualidade do serviço oferecido.

O fato é que você ainda não tem como prever o resultado que o fee de uma agência vai te dar. Nesta fase você enxerga o fee da agência mais como custo do que como um investimento.

 

— Isso está errado?

— Claro que não.

 

Simplesmente o seu negócio ainda não tem a maturidade de um trabalho estratégico.

Dê tempo ao tempo.

Comece a tocar sozinho e, caso o seu problema seja o tempo, peça a ajuda de um freelancer!

Muito importante: mesmo depois de meses e meses, enquanto você achar que o seu problema no marketing digital seja tempo, não está pronto para um trabalho profissional de agência.

Surgirá sozinha a necessidade do apoio de uma estrutura profissional com uma história e com processos organizados.

Isso acontecerá quando você entenderá que precisa mais do que alguém para criar e publicar artes para Facebook.

Por isso que nós definimos claramente como nosso público-alvo da NoTopo:

 

Empresas que já tiveram uma primeira experiência com Marketing Digital e não deu certo.

 

Pois assim pulamos toda a parte de familiarização com a internet, os termos técnicos e o desgaste no convencimento que marketing digital é mais do que colocar dinheiro no Google AdWords e reduzir o Custo por Clique.

Caso queira começar um trabalho profissional, a primeira coisa a fazer é criar o seu plano, junto com o serviço profissional da agência, ou começar a pegar dados históricos para poder objetivar o seu planejamento.

 

2) Saiba escolher uma agência de marketing digital na sua região.

Antes de decidir sobre a importância da geolocalização do seu fornecedor de marketing digital, precisa entender o quanto reuniões presenciais são importantes para seu negócio.

Uma reunião presencial é um custo alto tanto para você, quanto para o seu fornecedor.

Imagine que para uma reunião de 1 hora você ou a agência precisa se deslocar até o lugar da reunião, esperar os outros participantes, deslocar de volta, etc.

Se comparado com uma reunião virtual (exemplo via skype), a reunião presencial acrescenta drasticamente o tempo necessário. Como consequência:

  • O projeto será menos eficiente, pois parte das horas orçadas para o projeto são usadas para a logística;
  • O projeto fica mais caro para cobrir os custos da logística.

 

Precisa realmente entender e decidir sobre a necessidade das reuniões presenciais. Caso uma reunião presencial seja importante e sua empresa é, por exemplo, de São Paulo, é bom você procurar uma Agência de Marketing Digital em São Paulo, ou até do seu bairro.

Caso contrário, deixe este fator secundário e foque em outros critérios de qualificação da Agência.

Veja bem, a necessidade de uma reunião presencial não é necessariamente uma recorrência. Por exemplo um dos nossos clientes atuais fez questão que fizéssemos a reunião de kickoff na loja dele para ter certeza que o nosso time entendesse o produto que ele vende. Isso normalmente acontece para segmentos muito nichados.

Só é preciso saber que esta necessidade encarece o projeto, então precisa considerá-la na sua estimativa. Assim faz sentido sim, procurar uma Agência que seja mais perto de você.

 

3) Avalie os processos de trabalho da agência antes de fechar o contrato

Entre os critérios mais importantes na escolha da Agência está a reputação dela e como ela trabalha.

Uma forma rápida e resumida para esta qualificação é por meio de cases de sucesso. Peça sempre quais são os cases para a agência com quem você conversa. Obviamente os cases não incluem somente os resultados atingidos, mas especialmente como eles foram atingidos.

Por isso que já no primeiro contato seria bom entender:

  • Como trabalham a definição dos objetivos e KPIs?
  • Consegue avaliar a sua situação online atual (não para roubar consultoria mas para entender a facilidade de abordar o assunto)?
  • Quais os cases à disposição?
  • Quais são os processos da empresa?

 

4) Entenda as principais soluções que a Agência oferece

Veja como escolher uma agência de marketing digital com base nas soluções que ela oferece

Claramente não é suficiente entrar no site e ver que a empresa oferece serviços de SEO, Inbound, compra de mídia, Posicionamento de marca, criação de site.

Isso é fácil de escrever no site.

O mais importante é entender como a agência chega a escolher qual serviço oferecer, quais são os critérios de escolha.

Cada ação de Marketing Digital ou até cada canal, fala para um público diferente, ou para o mesmo público mas em um momento diferente (ex: o pessoal procura informações no Google mas está no Instagram para entretenimento).

Isso leva à necessidade de uma linguagem diferente, uso de canais diferentes, em síntese, uma estratégia diferente.

Costumo dizer que Marketing Digital não é o que a gente faz, mas o que a gente usa.

O diferencial de uma agência é entender o seu objetivo, entender se é SMART, viável, realista no tempo que você se dá, e a partir disso propor as melhores soluções.

Caso contrário será mais uma entidade de postagem no Facebook e compra de anúncios no Google. Neste caso tanto vale fazer internamente.

Veja como saber se a agência de marketing digital é a certa para seu negócio

 

5) Quais ferramentas usa e por quê?

Definido o processo de definição estratégica, precisa-se entender como a mesma é implementada.

Aqui entram em jogo os processos operacionais, as qualificações e certificações do time, as ferramentas usadas.

Por exemplo, no momento atual que está na moda o uso de ferramentas de automação de inbound marketing, a maioria das empresas que usam estas ferramentas, se limitam ao disparo de e-mail marketing automatizado, disfarçado de inbound marketing.

Uma boa análise da situação atual de uma empresa que queira implementar um processo de inbound marketing deveria considerar como gargalo a geração de leads qualificados via conteúdo antes de automatizar a nutrição deles. Por isso que antes de definir a ferramenta a usar, precisa entender:

  • Qual é o objetivo SMART;
  • Qual é o histórico de outras campanhas anteriores;
  • Quais são os recursos à disposição.

Caso não tenha claro uma das 3 acima, não adianta investir em automação de cara, crie uma inércia e depois otimize ela via automação. Mas até lá você não tem nada para otimizar.

 

6) Entenda a diferença entre Agência de Marketing Digital para Pequenas Empresas e para grandes empresas

Alguém poderia dizer que a principal diferença é que as agências de grande clientes cobram mais caro. E isso de alguma forma é verdadeiro.

Só que em qualquer projeto, ainda mais no Marketing Digital, não se conta muito o valor da receita do projeto, quanto o lucro gerado, o diferencial está na otimização dos custos, acho.

Entre os custos entra a estimativa do risco.

Um projeto quanto mais complexo é, mais risco precisa ser considerado. Este risco pode ser quantificado pela probabilidade de um evento acontecer e o impacto que poderia causar caso acontecesse. Desta forma precisa estimar o risco como custo de projeto, o que encarece o projeto, pois proporcionalmente precisa aumentar o lucro e, consequentemente o valor de venda.

Você entende que um cliente maior terá projetos maiores que terão riscos maiores, custos maiores e fee maior. Então não é tão simples como: cliente maior, dê uma facada nele.

 

7) Qual é a história da agência de Marketing Digital

Cada empresa tem uma história desde recente à mais antiga, mesmo que seja de um dia.

É importante saber a história da agência contratada, pois com certeza a mesma passou por vários problemas ao longo da própria história.

Isso é normal e fisiológico.

E nem todas conseguem passar dos momentos mais difíceis. Uma empresa com mais história mostra o calo, mostra que sabe encarar momentos não absolutamente felizes. Qual é o diferencial e como se formou ao longo dos anos.

Não estamos falando aqui necessariamente só da história da empresa, mas pode ser a história dos sócios também. Se alguém acaba de abrir uma nova agência, mas vem de 10 anos de experiência com a anterior, tem uma história sólida por trás. Só acho interessante perguntar o porquê desta mudança recente.

Entender a história da agência ajuda a criar confiança em você ao longo do tempo.

 

8) Perfil da equipe do seu fornecedor de Marketing Digital

Precisa de uma Agência ou uma Consultoria?

Em outro artigo falamos da diferença entre Agência e Consultoria de Marketing Digital.

Em breve podemos dizer que uma agência operacionaliza o projeto, sendo que uma Consultoria assessora e você operacionaliza.

Podemos dividir um projeto de marketing Digital em

  • Estratégia;
  • Operação.

A agência mantém os dois, no caso da consultoria o seu fornecedor mantem a estratégia e você implementa.

Para escolher entre uma e outra, precisa entender o quanto você quer manter a operação internamente, talvez com o objetivo de desenvolver um departamento interno de marketing digital, ou quanto você quer sempre deixar tudo terceirizado. Isso só você que sabe.

Claramente tem modelos híbridos como o da NoTopo onde o projeto é customizado na sua necessidade.

Por exemplo, você pode precisar de um programador externo mas manter o criador de conteúdo internamente. A escolha depende de quantas horas do recurso são necessárias e se o serviço dele é estratégico ou não para a sua empresa.

 

9) Qual o nicho de especialização da agência?

O Marketing Digital é um oceano vermelho onde todo mundo se propõe de fazer tudo.

No entanto existem agências que se especializam em algumas verticais.

Veja se a agência já trabalhou no ramo em que você opera, assim vai ser mais fácil para ela entender o seu modelo de negócio as suas dores. E as soluções serão na base de uma experiência anterior e longe do achismo de quem começa.

Para conferir a experiência anterior no seu segmento, nada ajuda mais do que a apresentação de cases de sucesso onde você pode ver como uma dor parecida com a sua, foi identificada, abordada, curada.

Veja como escolher uma agência de marketing digital com base no segmento

10) Qual o ticket médio para a contratação?

Outra coisa importante a entender é se a Agência com quem você conversa tem o tamanho e a estrutura certa para te atender.

Veja bem, isso não significa que precisa ser necessariamente grande, mas do tamanho certo para o seu projeto.

Por exemplo se você tem um investimento de R$ 2,000 /mês, você precisa de uma empresa focada em micro-empresas, pois uma empresa maior, acostumada a trabalhar com valores bem maiores, poderia subestimar o seu orçamento.

Já se o orçamento da sua empresa é de R$ 20,000 / mês, a agência que vai te atender precisa ter uma capacidade de resolução de problemas complexos bem mais avançada, processos mais estruturados e comprovados ao longo do tempo.

Pois como dissemos acima com o valor do contrato aumenta o risco do projeto, e a agência que te atende precisa estar acostumada a lidar com pepinos do tamanho do seu (….fiquei ambíguo demais aqui…..? rs).

Para entender se a agência se encaixa no perfil certo para você, basta pedir algumas informações sobre os clientes atuais da agência e talvez como ela lida com as dores delas.

Eis mais uma vez que os cases voltam como prova eficaz para entender as entregas da agência.

O mesmo tamanho dos clientes atendidos pode ajudar neste entendimento ou, as vezes, até o tamanho da empresa em si, pois, de novo, a complexidade de uma empresa cresce com o número de colaboradores contratados e projetos atendidos

 

11) E o prazo do contrato?

Já passei por vários modelos: o modelo projeto de 1 ano onde a mensalidade é só uma parcela, o modelo de 3 meses de multa, o modelo de 30 dias de pré-aviso, etc.

Independentemente do modelo de contrato o que é importante é a ideia de estabelecer uma parceria a longo prazo. Pedindo emprestado um conceito de física: em cada processo gasta-se mais energia na iniciação do mesmo do que no mantenimento. Pense no carro: você gasta mais gasolina ligando e desligando ele, aumentando e diminuindo a velocidade, do que mantendo a mesma constante. Por isso que gasta-se mais gasolina dirigindo em cidade do que em rodovia.

No Digital é a mesma coisa: tem muito gasto de energia na configuração do projeto, no entendimento das suas necessidades, na criação de elos entre cliente-fornecedor. Este uso de energia faz sentido se depois o processo criado se mantém no tempo, ou seja, parceria a longo prazo.

No entanto a parceria a longo prazo precisa ser sustentável e não fechada por um contrato, pois precisa manter uma energia de relacionamento positiva no dia a dia.

Isso depende da entrega da agência, mas mais do que disso, depende das promessas feitas no início do projeto. O objetivo concordado lá atrás é realmente SMART? Os KPI’s que acompanham o desenvolvimento do projeto são medidos assertivamente?

Na definição de um objetivo SMART entra também o tempo, em quanto tempo o tal de objetivo pode ser atingido. Esta definição será a base da duração do contrato.

Aí sim, uma vez concordada esta timeline, vocês podem até concordar uma multa de saída em caso de necessidade de encerrar antes da data concordada.

 

No geral, na verdade eu gosto de uma abordagem um pouco diferente.

Como investimos em parcerias a longo prazo e temos uma situação financeira saudável, nós aceitamos de não cobrar o valor de configuração de contrato, em caso de parcerias a longo prazo.

É a nossa forma de investir em parcerias.

Então, por exemplo se o cliente fica 2 anos, valeu a pena investir o valor da configuração na parceria, caso saia depois de 2 meses, aí sim, precisa pagar o valor inteiro da configuração, deixando claro que não é uma multa, mas um valor devido por um trabalho feito e não cobrado.

 

Conclusão

No oceano vermelho do marketing digital não é nada fácil escolher a Agência que vai resolver os seus problemas de vendas online.

Ainda mais na situação em que todo mundo vende soluções fáceis baratas do tipo ‘do it yourself’.

De fato a escolha de uma Agência de Marketing Digital depende também da situação da sua empresa, da sua maturidade, que nem um casamento, pode funcionar ou não, não necessariamente por culpa ou mérito de um ou outro, mas por uma química que se cria ou não.

No entanto tentamos dar algumas dicas sobre os pontos principais a serem considerados na hora de tomar a decisão sobre qual agência escolher.

Gostaria que opinasse e complementasse aqui embaixo, mas o mais importante é que saiba, que independentemente da agência que vai te assessorar, uma estratégia de marketing digital depende principalmente de um planejamento assertivo a nível de business, pois o marketing é simplesmente um braço do seu negócio.

 

 


Gostou do artigo?

Comente abaixo e compartilhe sua opinião!


Outros artigos que podem lhe interessar

Inbound Marketing: quais são seus benefícios?
Dicas para criar uma loja virtual que gere um ótimo ROI
A Importância do SEO para a sua Empresa
MARKETING DIGITAL PARA VINHO

 

 

 

Compartilhe!

Estrategista de Modelos de Negócio e de Marketing Digital, Engenheiro. Mais de 10 anos de experiência internacional em vários paises da Europa e América Latina. Especialista na implementação e otimização de Processos de Business. Perfil linkedin: https://br.linkedin.com/in/daniloalbadigitalmarketing

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?