Como fazer uma boa gestão financeira para o marketing?

Como fazer uma boa gestão financeira para o marketing?

Independente do ramo de atuação da sua empresa, duas premissas são necessárias para fazer do seu negócio um sucesso: gestão financeira e marketing eficientes.

Sem clientes sua empresa não sobrevive e com as contas desorganizadas as chances de fechar as portas rapidamente são enormes. Por isso é fundamental que o empreendedor ou gestor da empresa tenha conhecimentos relevantes nesses dois aspectos para saber organizar e administrar esses setores com destreza.

Mas infelizmente não é isso o que acontece na maioria dos casos. E quando juntamos esses dois aspectos as dúvidas são ainda maiores. Por isso hoje vamos falar sobre como fazer uma boa gestão financeira para o marketing. Vamos descobrir como administrar corretamente os recursos destinados ao marketing da sua empresa.

Para realizar uma gestão financeira eficaz é importante ter total controle sobre os gastos e recebimentos da empresa, e que essas informações estejam acessíveis, podendo ser analisadas a qualquer momento. 

Existem muitas formas de fazer esse controle, mas a mais eficiente é, sem dúvidas, através de um sistema de gestão empresarial ERP. Com os módulos integrados que representam os principais setores da empresa é possível controlar fluxo de caixa, recebimentos e pagamentos, fazer projeções de investimentos, vendas, etc. 

Além disso, com um ERP também é possível controlar estoques, pedidos de orçamentos, emissão de notas fiscais eletrônicas, informações de clientes e fornecedores.  Ou seja, contribui muito mais do que apenas com as finanças da empresa.

Gestão financeira

A gestão financeira de uma empresa é a administração eficiente de todos os valores do negócio. É conhecer, organizar e gerenciar os recursos disponíveis, distribuindo valores suficientes para cada setor funcionar adequadamente, sem sobra ou falta de investimento.

E o marketing?

Já diziam por ai que o Marketing é a alma do negócio. Brincadeira à parte, sem divulgação eficiente os clientes não saberão da existência da sua empresa e, obviamente, não comprarão seus produtos ou contratarão seus serviços.

Mas é fundamental saber exatamente onde investir seus recursos e quanto investir, para obter os resultados desejados.

Todo investimento em marketing deve trazer retornos palpáveis para a empresa. E certamente ter um orçamento de marketing bem definido faz toda a diferença para esses resultados.

É fundamental criar um orçamento condizente com o mercado, que atenda as necessidades do negócio, mas também as expectativas de geração de resultados.

Definição de meta para o marketing

O principio básico do marketing é que precisa existir um objetivo bem definido. Não há como criar uma estratégia sem saber o que se deseja alcançar. Sendo assim esse é o primeiro passo para traçar uma estratégia de marketing, e claro, seu orçamento.

Os objetivos de marketing podem mudar completamente de um ano para o outro. Empresas que abriram recentemente precisam formar seu nome no mercado e conquistar clientes, já àquelas com mais tempo de mercado podem desejar mudar de segmento, ampliar seu mercado, etc.

Em ambos os casos há necessidade de investimento, porém com estratégias diferentes. E quem poderá definir onde será melhor investir é o profissional de marketing.

Como estimar valores?

Existem diferentes respostas para essa pergunta, e todas são válidas.

  • Usando referências anteriores

Se você já investiu em marketing nos meses anteriores pode utilizar esses dados como parâmetro para novos investimentos. É preciso fazer uma análise rigorosa sobre como o valor foi utilizado e os resultados obtidos para decidir as novas ações, mas esse é um bom ponto de partida.

  • Fazendo cotações online

Se você nunca investiu em marketing e, portanto, não tem essa experiência, pode entrar em contato com fornecedores e solicitar cotações para saber o valor praticado pelo mercado.

Faça uma média com os valores obtidos e inclua no seu orçamento anual.

  • Trabalhe sempre com uma margem de segurança

Os dois métodos citados acima são imprecisos e por isso você precisa ter uma margem de segurança no orçamento de marketing. Calcule cerca de 15% a 20% do valor definido inicialmente.

  • Considere a disponibilidade financeira da empresa

Tudo o que foi falado até agora orienta sobre como planejar um orçamento de marketing, porém, se a empresa não tiver flexibilidade para acomodar esses gastos de nada adianta.

Para empresas que enfrentam restrições de recursos, o melhor é partir do valor que podem ser disponibilizado ao setor e então distribuí-lo entre os gastos previstos.

Nesse caso pode ser que seja necessário eliminar alguns itens da estratégia, e redistribuir os valores. O ideal é conhecer muito bem o seu público-alvo para identificar as melhores formas de impactá-lo. Assim você otimiza os recursos disponíveis.

Um orçamento bem feito traz segurança para a empresa, aumentando as boas perspectivas do negócio.

Aproveite essas dicas e comece hoje mesmo a gestão financeira eficiente para o marketing da sua empresa.   

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?