Como combinar Arte e Racional para a gestão da sua Startup?

arte e racional
por

Você acredita que arte e racional podem andar juntos na hora de gerenciar uma Startup? Foi isso que o Danilo Alba, sócio da NoTopo falou em uma palestra na GMIC São Paulo no dia 12 de setembro. O tema serviu para refletir sobre como os processos de uma Startup podem ser efetivos e criativos ao mesmo tempo quando inspirados na arte.

Para entender e refletir sobre quais técnicas artísticas podem ajudar no mundo do business, precisamos enxergar que existe muito em comum entre os dois mundos e que um artista e um startupper possuem características semelhantes. E é possível visualizar isso quando pensamos em grandes homens de negócio que podem ser considerados artistas, como o Steve Jobs.

O grande ponto neste tema é que é preciso ousadia e criatividade tanto para ser um artista como para ser um startupper.

E aqui entra a teoria da criatividade contra a racionalidade. Existe um grande paradigma de que quem é racional. não é criativo e vice-versa. Porém, cada um de nós possui um raio de racionalidade e o tamanho dele depende de cada pessoa. Quanto mais racional, maior o raio é. Quando perguntamos algo, quem possui esse raio maior acaba dando uma resposta mais lógica, enquanto quem tem o raio menor, responde de forma mais criativa.

O desafio aqui não é pensar fora da caixa e sim sair da sua zona de conforto pensando próximo da caixa, mas com um olhar diferente. É trabalhar a criatividade e tentar ousar. Afinal, seu target está dentro da caixa. É fácil entender quando pensamos na diferença entre arte e cultura. A cultura é a representação de uma comunidade, enquanto que para criar arte você precisa se destacar dentro da comunidade. E você só consegue se destacar, quando você inova.

Porém, todos nós somos lógicos. É o que diferencia o ser humano dos animais. O ser humano necessita de respostas, é quase um instinto. Para trabalhar o seu lado criativo, é preciso trabalhar a sua experiência. Por exemplo, se você é médico ou engenheiro, aprender a tocar violão ou velejar podem ser opções que vão instigar você a criar.

Outro fator importante é a <strong>inspiração</strong>. Ter alguém que te inspire, que você possa estudar sobre. Dessa forma, quando encontrar um desafio, você pode se parar e perguntar: o que a minha inspiração faria neste momento? Focar em alguém que passou pelos mesmos problemas que você vai passar e alcançou o sucesso pode ajudar você a trabalhar melhor o lado racional.

Além disso, a <strong>visão</strong> é algo que importa muito. Temos a ideia de que um artista normalmente não tem regras. Mas na verdade, o artista que fica estagnado e não evolui é quem não possui regras, objetivos e uma visão definida. Tudo depende de trabalho e planejamento e esses dois pontos necessitam de criatividade.

Por fim, precisamos aprender a <strong>errar</strong>. Estamos muito acostumados a ensinar a não cair. Mas poucos ensinam a se levantar. São nos erros e nos detalhes que fazemos as melhores descobertas.

Ficou interessado neste assunto? Fizemos um vídeo falando um pouco mais sobre. Assista agora:

Compartilhe!

NoTopo é uma Consultoria de Marketing Digital, no mercado há 10 anos. O diferencial da NoTopo é a capacidade de desenhar uma Estratégia de Marketing Digital a partir do entendimento do seu Modelo de Negócio. Este processo passa pela definição de um objetivo SMART de projeto, das "personas" do público alvo, a colocação delas no funil de venda, a linguagem a ser usada e os canais a serem explorados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?