Adwords e Links Patrocinados
Início » 5 dicas para anunciar com resultados no LinkedIn

5 dicas para anunciar com resultados no LinkedIn

5 dicas para anunciar com resultados no LinkedIn

LinkedIn é a Rede Social indicada especificamente para relações de tipo B2B (Business to Business).

Isso significa que comunicação e interação aqui são muito diferentes do que em outras comunidades virtuais (ex: Facebook, Instagram, Twitter).

 

No LinkedIn, como em outras Redes Sociais, você pode usar os queridos links patrocinados, em que você paga na base do click no seu anúncio.

Neste artigo vamos abordar a plataforma LinkedIn do ponto de vista mais estratégico, ou seja, como usá-la para anunciar a própria empresa ou si mesmo, para fim de prospecção.

Pois afinal de conta, o que adianta ter um monte de likes e seguidores se ninguém compra o seu serviço?

No LinkedIn, assim como no Facebook,  você pode interagir usando:

  • Seu perfil;
  • Sua página ou a página da sua empresa;
  • Um grupo temático (onde são abordados assuntos relevantes ao seu segmento).

O que muda, se comparado com o Facebook, é a linguagem que é bem mais profissional, com menos gírias.

Isso não significa que a sua linguagem precisa ser extremamente formal, nem tanto corporativa. O que conta é criar uma relação pessoal.

1- Análise de benchmarking

Antes de começar o seu projeto – e até mesmo antes de definir o seu objetivo – é interessante fazer uma análise do seu segmento.

Mesmo que seja uma visão geral, é bom identificar como seus concorrentes trabalham o mesmo segmento.

Benchmarking significa referência (literalmente: marca no banco) e é este tipo de análise que ajuda a ter uma ideia na hora de definir o objetivo, se é viável, entre outros.

Lembrando que tem uma diferença entre Benchmarking e Benchmark.

Benchmarking é a análise de outras empresas que possam ter algo interessante e inspirador.

Benchmark é cada uma das empresas que você avalia durante a análise.

Para saber mais leia o artigo: O que é Benchmarking e como fazer?

2 –  Defina seu público-alvo para segmentação

É importante saber que muitos posts nas redes sociais recebem atenção e relativos likes por impulso, talvez pela imagem que você postou ser linda.

Mas muitas vezes quem curtiu seu post, nem sabe do que você está falando.

O LinkedIn é nativamente mais assertivo, pois é usado menos por entretenimento. De fato, o pessoal está de fato procurando soluções de business ou carreira.

Mesmo assim é importante a segmentação das suas campanhas.

Por exemplo, se você tem o objetivo de gerar conversões, uma grande quantidade de likes pode ser uma pura métrica de vaidade, se não tiver a origem certa.

Lembre-se que é preciso comunicar e anunciar como pessoa e não como a sua empresa.

Mesmo que o seu alvo seja uma empresa, pois estamos falando do mercado B2B, você está interagindo com uma pessoa, a famosa persona.

Para saber mais sobre personas e público alvo, leia este artigo: A Importância de estabelecer Personas para estratégias de Marketing Digital

É importante saber, no tipo de empresa que você quer atingir, quem toma a decisão ou quem a influencia.

E como você está falando com uma persona e não com uma entidade, a sua linguagem deve ser formal, mas ao mesmo tempo um pouco relaxada, pessoal.

Definida a sua persona, será bem mais fácil segmentar as suas campanhas por público-alvo.

Depois de decidir os seus critérios de segmentação, a melhor maneira de organizá-los é criar campanhas com dois critérios cada uma, observando com cuidado os números de público estimado para garantir que você esteja atingindo um número “recomendável”.

3 – Defina o Objetivo das suas campanhas

Usar as redes sociais para divulgar você ou sua empresa pode ser muito eficaz ou um desperdiço total, dependendo de como você usa o dinheiro nos anúncios.

Você pode receber um monte de likes, mas de pessoas completamente desqualificadas.

Para qualificar a interação no seu anúncio, você precisa definir o seu objetivo, assim a interação será qualificada ou não, dependendo se ela se encaixa com a meta estabelecida.

Lembre-se que seu objetivo precisa ser SMART:

  • Specific
  • Measurable (mensurável)
  • Achievable (alcançavel)
  • Realistic
  • Time-bond ( ser atingido em um tempo específico)

Para saber mais sobre objetivos  SMART de projeto, assista esta mini pílula no canal YouTube da NoTopo.

Em que lugar do funil você fará a sua ação de Marketing?

  • No topo do funil para divulgar a sua marca e gerar conhecimento sobre ela?
  • No meio do funil para aumentar o engajamento com a sua marca?
  • No fundo do funil para já oferecer o seu serviço?

funil Divulgação, Engajamento, Venda

Dependendo do seu objetivo você terá que priorizar um KPI (indicador de performance diferente).

Se, por exemplo, você está se propondo no mercado com um novo serviço, ou novo produto, ou até com uma nova empresa, provavelmente você precisa divulgar a sua marca, certo?

Bom, neste caso o seu KPI principal não pode ser o número de conversões, mas talvez impressões e cliques.

Uma vez que você tiver acertado o tiro e criado uma divulgação da sua marca e um bom engajamento com ela, só então você pode pensar em focar em conversões.

4 – Orçamento

Agora que você sabe para onde atirar, agora pode definir quanto investir.

Para isso, você não pode olhar só o valor a ser investido.

É necessário que você identifique o retorno esperado.

Você deve ter feito a definição do seu objetivo.

Assim você pode definir qual é o seu ROI (retorno sobre o investimento) ideal e partir investindo com a meta de alcançar o seu ROI.

Caso você atinja um ROI bom para você, aí pode aumentar o seu investimento sem medo até o que chama-se ponto de saturação.

Este é o ponto em que seu ROI começa a diminuir.

Por exemplo, imagine que seu ROI ideal é 4,ou seja:

(Receita – Investimento)/Investimento = 4

Se você investir R$ 2,000 e o seu retorno é de R$ 10,000, o seu ROI = 4, então você vai querer investir mais, certo?

Agora imagine que você aumenta seu investimento para R$ 4,000 e sua receita vai para R$ 20,000.

ROI =4.

Você vai investir ainda mais certo?

Agora imagine que você investe mais R$ 2,000 para um total de R$ 6,000 e seu retorno é R$ 22,000, você vê que investindo mais que R$ 4,000 você vai obter praticamente o mesmo resultado.

Isso significa que o ponto de saturação é atingido com R$ 4,000, que então é o valor ideal para você investir nos anúncios de LinkedIn.

 5 – Teste A/B e análise do desempenho

Anúncios com melhor desempenho serão mostrados com mais frequência, e anúncios mais pobres começarão trazer para baixo o desempenho geral da campanha.

Para manter o desempenho geral da campanha forte, é indicado criar diversas variações de anúncios e estar preparado para monitorá-los com frequência.

Uma ótima dica é começar com três variações de anúncio, fazendo duas variações para teste A/B e, deixando o terceiro anúncio para substituir o anúncio que menos desempenhou.

Os anúncios do LinkedIn seguirão as mesmas práticas de outros anúncios de publicidade online.

Independentemente do tipo de anúncio, use sempre uma convincente call-to-action para incitar uma resposta à mensagem.

Uma vez ativados os seus anúncios para teste A/B, é preciso analisar o desempenho de cada um deles.

É bom ter um CTR (taxa de clique) maior que 3%, uma vez que abaixo desse mínimo esperado, os anúncios não serão mais exibidos.

Às vezes será necessário desativar suas campanhas de publicidade atuais e criar novas campanhas para redefinir o histórico de desempenho e, assim obter impressões novamente.

Uma vez identificado o anúncio que desempenha melhor, você pode apagar os outros e criar mais um como variação do anúncio que deu bons resultados.

Conclusão

Anunciar no LinkedIn pode ser um ótimo recurso, mas precisa saber como implementar campanhas assertivas, se não vai se tornar só um desperdiço de dinheiro.

Por sinal, os anúncios nesta plataforma são mais caros do que em outras plataformas.

Para isso precisa definir um processo estruturado e acredito que estas dicas vão te ajudar bastante.

E você? Já anunciou no LinkedIn?

Deixe um comentário aqui embaixo e compartilhe sua experiência ou faça sua pergunta!

 

Estrategista de Modelos de Negócio e de Marketing Digital, Engenheiro. Mais de 10 anos de experiência internacional em vários paises da Europa e América Latina. Especialista na implementação e otimização de Processos de Business. Perfil linkedin: https://br.linkedin.com/in/daniloalbadigitalmarketing

..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.