Blog
Início » Você sabe escrever para a internet?
dez 27, 2016 |

Você sabe escrever para a internet?

voce-sabe-escrever-para-a-internet

Um must read para os redatores digitais.

 

Após trabalhar com diversos redatores diferentes e uma grande variedade de temas, percebi que, apesar de escreverem consistentemente para sites e blogs, a maioria ainda tem muitas dúvidas sobre:

 

  • como adaptar um texto para a internet
  • como organizar a informação dentro da página
  • como despertar curiosidade
  • como otimizar para o Google

 

Buscando esclarecer alguns pontos principais e dúvidas mais recorrentes, decidi escrever a respeito.

 

Espero que seja útil a você que pretende escrever na internet. E se eu deixei de falar de algum ponto, por favor, deixe a sua pergunta ou comentário, que vou atualizando o texto, conforme a demanda.

 

O que deve ter um texto bem escrito?

 

Bom, para saber isso você precisará definir o objetivo e a audiência do seu texto.

 

Basicamente, pode-se dizer que um bom texto é aquele que:

  • consegue captar a atenção do seu público alvo e
  • transmitir de forma eficiente a informação.

 

Algumas pessoas lêem pela beleza da construção textual. Outras pessoas querem se informar. Outras buscam entretenimento.

 

Então analise: qual é a sua audiência? Você sabe como falar com ela?

 

Nós recomendamos que você trace muito bem a persona-alvo do seu site ou blog antes de tudo. É um trabalho bem estratégico e minucioso, que servirá para guiar todos os seus conteúdos e garantir que eles estão direcionados ao público correto.

 

Se quiser saber mais a fundo como construir a sua persona, vale muito a pena a leitura do post sobre como elaborar personas.

defina-a-persona-antes-de-escrever-para-a-internet

A audiência da internet

Apesar de a internet ser frequentada por uma infinidade de pessoas com interesses diferentes, existem alguns padrões comportamentais que são comuns à maioria das audiências:

 

Pressa:

Prove ao leitor que vale a pena ler, antes que ele saia correndo da sua página.

publico-da-internet-tem-pressaO público online busca informação rápida e fácil. Normalmente ele lê um texto online após ser impactado por uma postagem em alguma rede social que lhe gerou curiosidade, ou ao buscar no Google informações sobre alguma questão.

Em ambos os casos, o leitor ainda não tem certeza se, após clicar no link escolhido, ele encontrará exatamente o que ele quer saber, e é seu dever provar, à primeira vista, que o click dele valeu a pena. E faça isso rápido, antes que ele escape! Mas como fazer isso?

 

 

  • Vá direto ao Ponto

Indique nos inícios dos tópicos e dos parágrafos sobre o que você vai falar naquele trecho. Seu leitor não terá tempo ou paciência de ficar procurando a informação, lembre-se disso, e insira a informação logo onde pode bater o olho e pensar: é isso que eu quero ler!

 

 

  • Pare de falar o que o leitor já sabe!

Não corra o risco de deixar os visitantes da sua página pensarem que você fez um texto geralzão. Mostre a ele o seu diferencial!

Conte a ele algo curioso, algo que ele não saiba, algo que faça ele querer ler mais e mais.

Para isso, evite informações generalizadas, ou de senso comum, aquelas coisas que todo mundo já sabe: “hoje em dia, com o advento da internet”; “atualmente a tecnologia está cada vez mais presente”; “no mundo atual globalizado”; etc.

 

Esse tipo de informação transmitirá uma sensação de superficialidade para os seus leitores mais atentos e, para os menos atentos, não acrescentará nada de novo e instigante – pelo contrário, provavelmente vai poluir o texto, cansando o leitor antes que ele consiga realmente encontrar o que lhe interessa e é relevante.

 

Conclusão: não esconda a sua informação valiosa no meio de frases para encher linguiça.

 

Leitura Consultiva:

Não deixe seu leitor procurando pelas informações. Mostre logo a ele onde está cada assunto!

dicas-para-textos-onlineVocê já reparou que nossa leitura na internet ocorre de forma diferente da de um livro? É como se estivéssemos consultando algo todo o tempo: vemos primeiro os títulos e subtítulos dentro da página, todas as sessões, imagens, para decidir se realmente queremos ver o texto, ou mesmo qual parte do texto queremos ler.

Sabendo disso, a informação dentro da página deve estar bem organizada para indicar ao leitor sobre o que cada trecho do texto vai falar. Isso é muito mais simples do que você imagina.

Tente se colocar no lugar do seu usuário: vamos supor que você está procurando sobre “como interpretar rótulos de alimentos para quem é diabético”.

 

Você busca isso no google e encontra uma série de páginas que falam sobre “diabetes”, outras que falam sobre “interpretar rótulos” e precisa entrar em cada uma para descobrir se alguma delas possui a informação combinada.

 

Agora imagine-se entrando em uma página com puro texto, sem tópicos, sem destaques, sem subtítulos, sem imagens, apenas texto e mais texto.

 

Você terá que dar uma lida por cima ao longo de todo o texto se quiser realmente saber se ele possui a informação que você está buscando. Provavelmente após menos de um minuto você já desistiu de procurar, abandonou o site, e partiu para o próximo resultado apresentado na pesquisa do Google.

 

Dessa vez, você se deparou com uma página toda dividida em tópicos: você percebe que os primeiros tópicos falam sobre o que é diabetes, como diagnosticar, quais os tipos etc.

 

Mas você não tem interesse em ler sobre diabetes, pois o que você quer é mais específico, e se refere a “como interpretar rótulos de alimentos para quem é diabético”.

 

O que você faz? Você pula a leitura de todos esses tópicos que não lhe interessam e começa a buscar tópicos com títulos relacionados à palavra “rótulo”, ou talvez “alimentos para diabéticos”, ou “produtos para diabéticos”, termos que indiquem que naquele trecho do texto existe a chance de você encontrar a informação que procura.

 

Então, na hora de escrever para a internet, coloque-se sempre no lugar do seu leitor:

 

  • O que ele pode estar procurando?
  • Quais tópicos ele acharia interessante?
  • Tudo o que ele precisa saber está bem organizadinho em tópicos?
  • Existe alguma informação relevante que acabou ficando escondida no meio de um textão?

 

Ajude seu leitor a encontrar a resposta que procura e, importante também, não fique triste se ele não ler seu texto inteiro. A verdade é que talvez ele não precise ler tudo, e seu objetivo é que ele leia o que ele precisa, goste muito, e não que ele leia seu texto todo de ponta a ponta.

como-escrever-para-a-internetc

Os papéis das imagens em conteúdos online

Já parou para pensar que as imagens não servem apenas para adornar a página? Elas também desempenham importantes funções em ajudar o visitante a:

  • Entender melhor o conteúdo
  • Localizar melhor o que procura
  • Se sentir mais atraído pelo conteúdo
  • Sentir que a página é mais leve e harmoniosa
  • Consumir o conteúdo de forma sintetizada

Por esses e outros motivos, não deixe de planejar bem o uso de imagens dentro da sua página. Se quiser maiores informações a respeito, você pode ler nosso conteúdo sobre o papel das imagens nas webpages.

 

Como saber se as pessoas estão gostando do seu conteúdo?

Existem diferentes métricas que podem ajudar a responder essa pergunta. A mais popular é o tempo de permanência na página do conteúdo em questão. Afinal, quanto mais o leitor gostar do conteúdo, mais tempo ele vai dedicar à leitura.

 

Outras formas são: acompanhar o número de compartilhamentos nas redes sociais; acompanhar as avaliações do conteúdo, se sua página tiver um sistema de avaliações;

 

SEO: Deixe o Google ler o seu texto!

Só assim você terá chance de aparecer nos resultados de busca.

Se você é redator online, você com certeza quer que seu conteúdo seja encontrado e listado pelo Google.

 

Mas como fazer isso?

 

Primeiramente, vamos rever a missão da Google como organização, que é “organizar as informações do mundo e torná-las mundialmente acessíveis e úteis”.

 

Ela está muito comprometida em fazer isso acontecer e, de fato, vem se aprimorando a cada atualização de seu algoritmo.

 

Mas afinal, o que essa missão significa? Significa que produzir conteúdo valioso e possibilitar ao Google organizá-lo, encontrá-lo e torná-lo acessível e útil ao mundo é importantíssimo se quisermos obter melhores resultados em sua ferramenta de busca.

 

pense-no-google-ao-escrever-na-internet

Calma, parece simples, mas tem muita informação nessa missão que continua sendo ignorada por muitos sites e blogs até hoje.

Não cometa o mesmo erro! Vamos destrinchar essa missão e listar as conclusões de forma mais prática:

 

  • Organização: estruture o seu texto de forma a ajudar o usuário a encontrar a informação dentro da página. Use títulos e subtítulos que representem bem o seu texto e o conteúdo de cada seção dele. Marque o título principal como h1, e os subtítulos como h2.
  • Utilidade: escreva textos valiosos para a sua persona. Não fique no óbvio. Se seu texto tiver real valor, as pessoas engajarão mais com a sua página, compartilharão, e mais pessoas terão acesso. O Google está assistindo a tudo isso, e vai querer exibir seu conteúdo mais vezes nas buscas, para que mais pessoas tenham acesso a uma página tão útil. Por isso, permita que a persona entre na sua página, encontre o que buscou, e consuma um conteúdo interessante: enriqueça com imagens e vídeos sempre que possível.
  • Acessibilidade: Ajude o Google a encontrar a sua página: novamente, escolha títulos representativos para cada sessão; escolha uma URL que represente muito bem o conteúdo da sua página; insira alts, titles e descriptions nas suas imagens para que ele saiba o que elas retratam; escolha meta titles que permitem que a persona saiba o que encontrará ao clicar; aproveite as meta descriptions para mostrar o que tem de mais interessante e útil na página de destino; insira links que ajudam o usuário a encontrar informações complementares em outras páginas e sites.

 

Como saber o seu desempenho no Google?

Analise quantas pessoas estão chegando do Google orgânico direto para a sua página, ou seja, tendo o seu conteúdo como página de destino.

 

Você pode traçar um paralelo com outros conteúdos para saber se esta página em específico está performando melhor ou pior do que a média.

Use o Google Search Console para descobrir quantas impressões sua página está tendo nos resultados do Google, e quantas pessoas estão clicando no seu resultado. Se a sua taxa de cliques estiver baixa, talvez você tenha que refazer os meta dados, inserindo títulos e descrições mais atrativos para aparecerem no Google e incentivarem o clique.

 

Se quiser ler mais sobre indicadores de performance, visite a nossa página sobre KPIs.

 

Participe da discussão postando suas dicas nos comentários abaixo.

Digital marketing professional. Passionate about new businesses and the digital world.

..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.