Blog
Início » Repurposing de Conteúdo: Content Marketing sem reinventar a roda
dez 02, 2016 |

Repurposing de Conteúdo: Content Marketing sem reinventar a roda

repurposing de conteúdo

Você quer escrever para o seu Blog, sabe que precisa, mas não sabe o que escrever?

Com as técnicas de planejamento de pauta você pode chegar até a criar uma lista de artigos assertivos.

Mas chega a hora em que você tem que produzir mesmo. E então?

Sejamos sinceros, quando lemos o post de um blog, na maioria das vezes pulamos toda a parte inicial de introdução etc, pois é muito provável que a resposta à nossa dúvida encontra-se em uma frase específica lá em baixo do post.

Provavelmente abrimos o artigo pois o título reflete exatamente a nossa pergunta: “como resolver o nosso problema?”

E, neste caso, queremos pular diretamente ao ponto da resposta. Mas o artigo não pode ser de uma frase só, então lá vamos nós com um post de no mínimo 750 palavras para, dizem os especialistas, obter um ranqueamento orgânico do Google.

Então na hora de escrever podemos pensar a mesma coisa:

Porque “encher linguiça” na página, quando podemos responder à pergunta diretamente em uma frase?

E depois:

como faço para preencher uma página de 750 palavras, se um resumo seria suficiente?

E lá vamos na criação de rios de retórica, gerador de tédio no leitor.

Talvez uma exceção sejam os tutoriais técnicos onde mostramos as nossas metodologias específicas, e cada frase pode ser de fato relevante para a resolução do problema.

E no resto dos casos? O que fazer com um Blog tradicional?

A verdade é que não é preciso reinventar a roda. Podemos dizer que 90% da informação que iremos colocar no nosso post já existe no web.

Então porque republicar aqueles 90% que já existem? E o que vamos incluir nos 10% que faltam?

Provavelmente você já acompanha alguns blogs do mesmo segmento também. Como você lê a mesma notícia em jornais diferentes, relatada de forma diferente. Para sermos mais explícitos: o seu diferencial é a forma como você reproduz o mesmo conteúdo.

Da sua maneira.

Talvez o seu post fique mais interessante porque você escreve de forma mais clara ou mais visual ou, no geral, mais em linha com a comunicação esperada pelo seu leitor.

E aqueles 10% que faltam?

Se você sabe do que você está falando, mesmo replicando o conteúdo de outras fontes, você seguramente vai ter uma “leitura crítica” do assunto.

Ao mesmo tempo pode complementar o artigo com a sua experiência, que só você tem. Esta sua capacidade de crítica e a relação da sua experiência vão ser o seu diferencial!

Para isso precisa de domínio da matéria e, ao mesmo tempo, humildade em considerar a sua crítica como subjetiva e pessoal. É sempre bom pedir a opinião do leitor, para estimular o pensamento dele e o engajamento.

Ideal seria pedir para ele compartilhar a experiência dele ou opinião no comentário do artigo ou entrando em contato com você. Por exemplo:

O que você acha até aqui? algo que não ficou claro? Tem uma experiência diferente ou complementar?

Como implementar o Repurposing de forma prática?

Tem várias ferramentas que nos ajudam a entender o nível de sucesso de posts já publicados. Então imaginemos que queremos escrever sobre vinho. Ferramentas como BuzzSumo ou Post Planner podem te dizer qual tipo de post (vídeo, imagem, texto) e conteúdo geraram mais engajamento.

Mesmo assim, deixando tudo para a automação das máquinas nem sempre var dar o melhor resultado. O que sugerimos fazer é criar Alerts relacionados ao tema que queremos desenvolver. Ideal seria criar Alerts em várias línguas (se você fala outras línguas).

Para isso podemos usar ferramentas como Google Alert ou TalWalker.

4 passos para uma estratégia assertiva de Repurposing de Conteúdo

Passo 1: Vá no Google Alerts e no TalkWalker e configure os seus assuntos, em cada idioma que você consegue entender. Por exemplo, para “gadget de vinho” você pode configurar “wine gadget” em inglês, “regalo con vino” em italiano, etc. Os alert enviarão cotidianamente os posts com estas palavras no seu email e você vai poder ver as referências interessantes.

Passo 2: Instale no Chrome a extensão BuzzSumo. Por cada post que você receber, a extensão vai te dar uma ideia do nível de engajamento nas redes sociais. Isso pode ajudar a entender os assuntos e temas mais relevantes para o post.

Passo 3: Copie o conteúdo dos artigos mais interessantes num arquivo word. Acabará sendo o post para o seu Blog.

Passo 4: Leia, ordene, elabore e dê a sua opinião sobre tudo que você copiou. O novo post irá assim ter a sua cara.

CUIDADO em não “copiar e colar” simplesmente, pois o Google vai perceber isso e penalizar o seu conteúdo.

Você já tem experiência com repurposing de conteúdo? Quer compartilhar a sua opinião? Algo não ficou claro?

Comente aqui em baixo ou entre em contato com o time NoTopo.

Estrategista de Modelos de Negócio e de Marketing Digital, Engenheiro. Mais de 10 anos de experiência internacional em vários paises da Europa e América Latina. Especialista na implementação e otimização de Processos de Business. Perfil linkedin: https://br.linkedin.com/in/daniloalbadigitalmarketing

..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.