Blog
Início » O que é Marketing de Comentário?
mar 17, 2017 |

O que é Marketing de Comentário?

Interage nos posts dos outros por meio do Marketing de Comentário!

Se você escreve em um Blog ou está pretendendo fazê-lo, deveria já saber que escrever um post legal é só uma pequena parte do processo de criação de um Blog.

Neil Patel diz que no processo de criação de Blog, 10% do seu esforço é para produção de um conteúdo bacana, e 90% do seu esforço é para a divulgação dele!

Ou que tem a mesma importância e às vezes até mais importância, é a divulgação.

Divulgue, divulgue, divulgue

Não adianta escrever o melhor post do século se ninguém sabe que existe e consequentemente ninguém vai ler.

Certo?

Então você deve já saber que o seu post precisa ser compartilhado nas suas Redes Sociais, enviá-lo nas newsletter para a lista do seus contatos, etc.

Mesmo assim, você vê que seu conteúdo não ranqueia no Google, contudo para a palavra-chave de seu interesse, a página não passa da sexta ou quinta página dos resultados de busca.

Você sabe que pode aproveitar de alguma forma os posts que já estão posicionados na primeira ou segunda página do Google?

Quer saber como?

Interagindo nestes posts na seção “comentários”.

Mas como funciona o processo de Marketing de Comentários?

Primeiro passo – Procura os posts relevantes para a palavra chave de seu interesse.

Imagine que você está escrevendo sobre “basket”, “basket-ball”, especificamente sobre: “qual é o melhor treinamento para praticar basket”?

Algumas anotações importantes antes de prosseguir:

  • Você viu que o conteúdo está sendo mostrado na busca para a palavra de cauda longa melhor treinamento para praticar basket e não só para a palavra “basket”. Para aprofundar o conceito de palavra chave de cauda longa, leia este artigo, clique aqui.
  • Eu não sei nada de basket….rs…

Quando você escrever no Googletreinamento para praticar basket” terá 10 resultados na primeira página e mais 10 na segunda e dai vai.

SERP para treinamento para basket

Sugiro abrir todas as URLs da página de resultados em 10 abas diferentes, para não ficar abrindo uma nova URL cada vez que vai ter que entrar em um post.

Assim vai otimizar bastante o tempo deste processo.

Algumas das páginas que vai abrir poderão ter um caráter comercial, venda, etc. Então elas não nos interessam para fim deste processo.

Você reconhece eles pois aparecem com um ícone “anúncio” no lado esquerdo do anúncio.

isso significa que são “links patrocinados“.

Outros resultados, sem o ícone, estão aparecendo de forma “orgânica”.

São links de quem de fato escreveu algo sobre este tipo de treinamento, e por estar na primeira e segunda página do Google, com certeza são conteúdos interessantes e relevantes.

Assista esta pílula de Marketing Digital onde explico a diferença entre Posicionamento Orgânico e Links Patrocinados.

O que agora você vai precisar fazer é interagir nestes posts.

Mas antes disso, pare um segundinho e pense na possibilidade que você tem na frente para validar a qualidade do seu conteúdo e de fato o seu conhecimento sobre o argomento.

Segundo passo de marketing de conteúdo: leia e avalie os posts relevantes para a palavra chave com que você quer ranquear.

Amigo, você sabe o que significa indexar e ranquear, certo? Caso não saiba, veja este mini vídeo que gravei para o canal youtube da NoTopo.

Voltando aos posts do resultado da sua busca no Google, estes posts são os mais relevantes que tem no momento na internet, segundo o “robozinho” do google.

E então, dê uma olhada neles e compare-os com o post que você acabou de escrever.

Eles repropõem as mesmas argumentações, sugestões, dicas que o seu post?

Então significa que você tem um problema de agenda meu amigo.

Provável que você até escreva melhor do que os autores dos posts da primeira página

Mas se o conteúdo do seu artigo de alguma forma já enche as primeiras páginas do Google, fica difícil para o seu post “roubar” o posicionamento deles.

O pessoal que trabalha o Marketing Digital de forma mais básica, acha que otimização ou SEO limita-se ao escrever conteúdos baseados em palavras chave relevantes.

Como se isso fosse suficiente para chegar na primeira página.

Poucos consideram que como você tem um monte de gente pensando e fazendo a mesma coisa.

Então de fato quem vai para frente não é mais que otimiza por palavra chave…só…mas quem acrescenta um conteúdo que não existia.

E quem pode fazer isso?

Só quem botou “mãos na massa” e conhece os pepinos do dia a dia do segmento dele.

Por exemplo: se eu escrevesse sobre basket, a única coisa que poderia fazer é montar um post na base de pesquisas na mesma internet.

Poderia até ter habilidade de síntese e explicação, mas de fato não estaria acrescentando nada para o usuário.

Assim, um post ou dois posts podem dar certo, pela capacidade de explicação que destaca o seu conteúdo.

Mas no médio prazo não vai funcionar

Pois como posso eu dar dicas de basket se a única e última vez que joguei eu tinha 10 anos e até quebrei um dedo….e que só recentemente aprendi que NBA, não é uma forma errada de falar MBA…?

Então aqui vai a lição: escreva sobre temas nos quais você pode acrescentar…mesmo.

Vamos lá, identificou os caras que mandam na internet, e agora?

Terceiro passo de Comment Marketing: interagir nos posts relevantes.

Agora que você abriu e leu os conteúdos “concorrentes”, provavelmente descartou um 20%-30% deles pois eram comerciais ou não necessariamente relevantes, ou talvez o mesmo conteúdo que aparecia duas vezes.

Destes aqui ainda nem todos vão permitir comentar em baixo.

Você pode descartar os que não permitem comentários ou procura-los nas redes sociais.

Ai você está pulando ao quinto passo deste processo mais para frente.

Para os que permitem comentários, bom, ai meu amigo precisa comentar, conforme as seguintes indicações:

  • Opine sobre o post, mostre que você também sabe, acrescente;
  • Deixe um resumo do que o seu post aprofunda. Para isso precisa ter certeza que o seu post de fato complementa o conteúdo que você está comentando;
  • Escreva: para aprofundar, tipo: “leia este artigo”…ou algo assim.

Obviamente não precisa seguir estas indicações rigorosamente.

Elas são apenas uma guia para você poder desenvolver o seu próprio processo.

Os comentários não geram ranqueamento em si, pois tem comando de “no-follow”

Você sabe que um link que vai de um post para o outro post, transfere um pouquinho de autoridade do post de origem para o post de destino?

Não sabia? Então assista este mini vídeo sobre o assunto que gravei para o canal youtube da NoTopo.

Para que esta transferência de autoridade não aconteça, precisa inserir no post de origem o comando “no-follow”, ou seja, informar o robotizinho do Google que você não quer que nada de autoridade passe para o post de destino.

Exatamente para isso que os comentários de posts estão configurados, por default, com no-follow.

Então é importante que você saiba que não o seu post não vai ranquear por “backlink”, ou seja porque existe um link que vai ao seu post.

O seu objetivo aqui é outro: é divulgar o seu post, para gerar interesse em novos usuários já interessados com o assunto.

Mas ai tem mais um empecilho: os seus comentários muito provavelmente precisarão ser “moderados” pelos administradores do post que você comentou

E nem sempre eles vão deixar o seu comentário passar.

A final de conta você está publicamente dizendo que vai complementar o que o autor do artigo escreveu.

Mas como dizem os Coldplay: “Nobody said it was easy” (Ninguém falou que ia ser fácil)

Nobody said it was easy

Mas pense de outra forma:

Você poderá receber comentários e feedback sobre o seu conhecimento.

E isso pode ser só bom para você e seu negócio.

Se alguém comentar ou curtir os seus comentários, ou engajar de alguma forma com você, você tem que engajar de volta.

É nesta hora que você pode usar o link para o seu site.

Como disse, o seu link não serve para criar um backlink para o motor do Google.

Ele serve para dar a possibilidade ao usuário de aprofundar o argumento.

E para isso precisa interessar o usuário antes de fornecer o link.

Ou seja, engaje com ele!

Quarto passo para Content Marketing – comentar no Youtube

Youtube é de fato um grande Blog…onde os post são vídeos.

Sabe a diferença entre Vlog e Blog? Assista esta pílula onde explico esta diferença.

No Youtube como nos Google pode fazer a pesquisa por palavra chave.

Aparecerão os vídeos mais relevante para a sua palavra chave.

Agora pode usar as mesmas técnicas usadas acima para uma estratégia de Marketing de Comentário no Youtube.

Quinto passo: Marketing de Comentário nas redes sociais.

As técnicas descritas acima valem também para redes como facebook.com e linkedin.com.

Contudo, se você inserir a palavra chave no motor do facebook ele não vai te dar resultados tão relevantes como no Google mesmo.

Então sugiro usar o Google também para pesquisar no Facebook e no Linkedin.

Como?

Voltando ao nosso exemplo de basket.

Entre no Google e digite:

site:pt-br.facebook.com inurl:<basket>

Atenção!!!!! Não coloque “espaço” entre site:pt.br.facebook.

Com esta técnica aparecerão todas as páginas do facebook Brasil com a palavra “basket” no conteúdo.

Agora pode entrar nas páginas e interagir aplicando as técnicas explicadas nos primeiros 3 passos.

Eai? Deu para entender?

Ficou com alguma dúvida? Deixe um comentário aqui embaixo.

Já fez isso? Nos fale como foi, deu resultado? Compartilhe conosco a sua experiência.

Ou simplesmente entre em contato com a NoTopo.

 

Estrategista de Modelos de Negócio e de Marketing Digital, Engenheiro. Mais de 10 anos de experiência internacional em vários paises da Europa e América Latina. Especialista na implementação e otimização de Processos de Business. Perfil linkedin: https://br.linkedin.com/in/daniloalbadigitalmarketing

..

Um comentário para “O que é Marketing de Comentário?”

  1. Silas disse:

    Conteúdo sensacional!! Muito Obrigado!

    Acredito que esse artigo pode complementar a leitura, seguindo na mesma linha do Marketing Digital

    http://www.estrategiasmarketing.com.br/ideias-para-atrair-clientes/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.