Blog
Início » 7 Dicas para uma Estratégia de Produção de Vídeo Conteúdo sem ter experiência
jul 21, 2017 |

7 Dicas para uma Estratégia de Produção de Vídeo Conteúdo sem ter experiência

Estratégia para Produção de Vídeo Conteúdo

Se está lendo este artigo, você sabe da importância de implementar uma Estratégia de Vídeo Conteúdo, certo?

Também deve ter visto muita gente por aí dizendo que hoje em dia é fácil, que não precisa de produtor, que pode fazer em casa, etc.

Tudo isso é verdade, mas incompleto.

O gargalo de uma Estratégia de Vídeo não é o equipamento à disposição, mas um processo fluido que seja ao mesmo tempo efetivo e eficiente.

E simplesmente a falta de experiência na produção de vídeo te deixa na situação em que você não sabe como definir um processo, nem por onde começar.

Aí precisa de alguém que saiba, que tenha experiência.

E isso encarece o tudo.

1. Onde começar para definir o processo?

Sinceramente, para começar, eu acredito que você não precisa do apoio de um profissional, pois ainda nem sabe onde fica o seu norte.

Quando você tiver mais clareza do seu rumo (público-alvo, tipo de conteúdo, ambientação, duração do vídeo, frequência, etc), ai, sim, pode contratar um profissional para percorrer este caminho de forma mais segura.

Mas para definir o seu caminho precisa botar as mãos na massa, seguindo um processo básico mas essencial.

2. Processo para definir uma Estratégia de Vídeo para Youtube

Este processo é dividido em:

  • Criação de pauta
  • Produção de vídeo
  • Otimização do vídeo
  • Divulgação

Espero que você esteja pensando:

Cadê a definição do público-alvo neste processo?

Está mesmo se perguntando isso? Ou se está perguntando outras coisas?
*Deixe um comentário aqui embaixo para entendermos e tirar todas suas dúvidas.

Voltando ao público-alvo

Claramente você pode usar o público-alvo do seu negócio para a sua Estratégia Audiovisual, mas por enquanto ainda não há certeza que este público alvo irá consumir o seu vídeo.

3. Por que fazer um Vídeo se não tenho certeza do meu público-alvo?

Em 2014 o Brasil ganhou com o segundo país do mundo em consumo de vídeo no Youtube, conforme reportado pela revista exame e reforçado pela revista emarketer.com.

Em 2016, o Diretor do YouTube no Brasil, Alvaro Paes de Barros, em painel no Rio Content Market, afirmou que o consumo de vídeo na internet vai passar o da TV em 2020.

O Google mesmo chegou a classificar os consumidores de vídeo em:

  • Freedom Watchers;
  •  Mobile Chatter;
  • TV Rules;
  • Unsatisfied Content Searcher.

No Infográfico que segue, o Google reportou várias classificações de tipo de consumidores de vídeo, divididos por categoria.

infográfico consumidores vídeo Google

Fonte no Link: https://think.storage.googleapis.com/intl/ALL_br/docs/tipos-consumidores-videos-brasil_articles.pdf

Depois desses dados, você ainda acha que o seu público-alvo não consome vídeo?

Tudo que precisa fazer é entender o tipo de vídeo necessário para o seu Target!

E para isso precisa das palavras mágicas:

testar, testar, testar…

Informações sobre o seu público-alvo virão: fazendo e testando, analisando quem visualizará os seus vídeos e quem engajará com ele, compartilhará, etc.

Quer saber quantas maneiras temos de interagir na internet? Então assista este vídeo no canal da NoTopo.

O primeiro passo neste caso é a definição de uma pauta.

4. Como definir a pauta de uma estratégia de vídeo par youtube?

  • Pegue um excel ou google sheet.
  • Uma coluna será para o título,
  • Outra coluna para o “roteiro do vídeo”
  • Outra coluna para deixar gravado o status do vídeo: (a ser gravado, gravado, subido no youtube, otimizado, publicado)
  • Embaixo na planilha deixe o roteiro geral, a ser usado em cada vídeo.

5. Como definir um roteiro de um vídeo para youtube?

O roteiro de um vídeo pode ser dividido em:

  • Roteiro geral de vídeo
  • Roteiro específico de vídeo

6. Roteiro geral de vídeo

Esta é a estrutura que cada vídeo terá, ou seja, como você vai desenvolver de forma geral a gravação.

Tem vários formatos. Segue o formato padrão. A partir dele você pode criar o seu próprio roteiro

  • Apresentação de você e sua empresa
  • Apresentação do tema
  • Desenvolvimento do tema
  • CTA (Call to Action) – convidar a curtir, compartilhar, se inscrever no canal

Mas como faz para ter certeza que o usuário fica no vídeo?

Para fazer isso é bom implementar as técnicas de Story Telling.

7. Como implementar técnicas de Story Telling no conteúdo vídeo para Youtube?

O Story Telling é a capacidade de apresentar um assunto qualquer por meio de uma narração de História, como fosse um conto de fada.

Tem milhares de técnicas de técnica de Story Telling, mas eu particularmente gosto da seguinte estrutura:

a. Definir “hook” (gancho)

Você precisa pegar a atenção do seu público nos primeiros 5 segundos do vídeo.

Para amarrar a atenção do usuário nos primeiros 5 segundos, precisa do “gancho” (hook em inglês). Você vê esta técnica muito frequentemente nos anúncios tradicionais, quando a nudez é mostrada para apresentar um carro ou um chocolate. Ou seja, nada a ver com o produto, mas algo que chame e segure a atenção.

Não estou te propondo de ficar pelada ou pelado por 5 segundos, tranquilo!

Simplesmente pense em algo que possa manter a atenção do usuário por tempo suficiente para você poder apresentar o seu assunto.

b. Propor o problema:

Precisa mostrar o problema que você vai abordar.

Enfatize-o. Crie empatia, mostre que é um problema seu tanto como é um problema do seu usuário.

c. O problema se faz mais sério.

Mostra uma situação em que parece que não tem solução para isso.

O objetivo é criar o máximo nível de empatia com o seu usuário.

d. Só agora, quando parece que não tem mesmo solução, é aqui que você vai dar a solução.

Pense no filme cliché de Hollywood onde o nosso herói  ganha quando todo mundo acha que não tem mais saída.

Isso cria o máximo nível de empatia com o usuário. Chega a criar identificação

Ai vc chega até a chorar….rs

E vai começar torcer pelo seu herói!

e. Criou empatia, deu a solução, está na hora do CTA – Call to Action.

Aqui você convida o seu público para a próxima ação, que seja pedir um like, um compartilhamento, e envio de um e-mail, etc.

 

Ficou com algumas dúvidas ou tem uma experiência diferente com técnicas de Storytelling? Então deixe um comentário aqui embaixo ou entre em contato conosco

Estrategista de Modelos de Negócio e de Marketing Digital, Engenheiro. Mais de 10 anos de experiência internacional em vários paises da Europa e América Latina. Especialista na implementação e otimização de Processos de Business. Perfil linkedin: https://br.linkedin.com/in/daniloalbadigitalmarketing

..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.