Blog
Início » Como Calcular o Valor da Comunidade Online, além de Quanto Ela Fatura?
fev 20, 2017 |

Como Calcular o Valor da Comunidade Online, além de Quanto Ela Fatura?

como calcular o valor de uma comunidade virtual

Você está montando um Blog ou um ecommerce e está pensando em como gerar receitas por meio deles, certo?

Já pensou que o valor de um site vai além do que ele pode faturar?

E se você criou um grupo, uma comunidade online, isso vale ainda mais!

Se alguém lhe perguntar: como quantificar o valor da sua página do Facebook, você irá responder que depende do número de likes, certo?

Mas um like pode ser “frio” ou “quente”.

Veja neste mini vídeo como converter Likes do Facebook em Leads :

Pense no Whatsapp ou Instagram que foram vendidos a Facebook por 19 bilhões de dólares e 1 bilhão de dólares.

Ambos praticamente sem receita.

Porque isso?   Porque uma rede social vale tanto se não produz receita?  

Se alguém quer divulgar o produto ou serviço dele na sua comunidade, ele já tem uma ideia da visibilidade que terá.

Pense na TV gratuita aberta.

A TV apresenta programas “gratuitamente”, quando na verdade ganha pela publicidade.

Pois o anunciante sabe que divulgando o anúncio dele, terá uma certa estimada visibilidade.

Isso vale para qualquer tipo de comunidade do mundo real.

No digital é simplesmente mais fácil estimar a visibilidade do seu produto

O fato é que quando você cria uma comunidade online, você está criando um “ativo” como se fosse um imóvel, uma casa que você vai construindo aos poucos.

E como a sua casa vai aumentando de valor conforme você chegar ao fim da construção, a sua rede também aumentará o valor conforme forem aumentar os participantes dela.

Claramente este conceito não vale só para o Blog ou Site, mas para a inteira comunidade online que você conseguir criar.

Ideal seria juntar, em uma comunidade só, as várias redes sociais e seus canais como Facebook, Twitter, Linkedin, Instagram, Pinterest, Stumble-upon, Reddit, Quora, etc.

As redes sociais são estruturas constituídas por indivíduos ou organizações que criam formas poderosas de comunicar e compartilhar informações.

As redes sociais são importantes no gerenciamento de relacionamento com clientes e servem como locais de encontro on-line para profissionais.

Robin Dunbar desenvolveu uma equação que relaciona o tamanho do cérebro humano com o maior tamanho possível de um grupo social.

Como resultado ele afirmava que, para os seres humanos, número máximo de pessoas que podem fazer parte de um relacionamento social próximo é 147,8, ou cerca de 150 pessoas.

As idéias de Dunbar podem ser tomadas como uma indicação de que a maioria das redes sociais são redes de “pequenos mundos”.

Mas como calcular o valor deste ativo? Como saber quanto vale a comunidade que você está criando ou gerenciando?

valor da comunidade online

Redes Sociais Conectadas

Diferentes leis foram propostas para determinar o valor de uma rede social.

A questão do valor relacionado ao tamanho da rede é um problema importante, tanto do ponto de vista da conectividade quanto do investimento empresarial.

Estimativas falsas e exageradas do valor de uma rede social podem ter implicações significativas para os investidores em tecnologia.

Lei de Metcalfe

O valor de um sistema de comunicação cresce na razão do quadrado do número de usuários do sistema

A lei da Metcalfe estabelece que o valor de uma rede de telecomunicações é proporcional ao quadrado do número de usuários conectados do sistema.

Com a globalização da Internet, essa lei foi transferida para usuários e redes na web.

Até a explosão da bolha de TI em 2001, era comum estimar o valor de mercado de uma rede social baseada na lei de Metcalfe.

Depois, Odlyzko argumentou contra a lei de Metcalfe, dizendo que o valor uma rede não pode ser associado só ao tamanho mas também às interações nela.

Lei de David P. Reed

A utilidade de grandes redes, particularmente redes sociais, pode escalar exponencialmente com o tamanho da rede

Imaginemos cada usuário como um NÓ de uma rede, tipo rede de pescador mesmo.

Esta lei é especialmente utilizada para explicar os efeitos das redes sociais na divulgação de informações.

Lei de Beckstrom

O valor de uma rede é igual ao valor líquido agregado às transações de cada usuário realizadas por meio dessa rede, somadas a todos os usuários

Então o valor da rede aumenta com o número de transações.

De acordo com seu criador, esta lei pode ser usada para avaliar qualquer rede, seja redes sociais, redes de computadores, grupos de apoio e até mesmo a Internet como um todo.

Ele afirma que o valor da rede acrescenta a cada transação baseado no fato que desligando a rede, isso geraria perdas pelas transações não perdidas.

Podemos comparar este conceito a um serviço de entrega de pizza oferecido aos seus clientes.

Se o serviço de entrega de pizza desligar, o valor social gerado por suas entregas diminui, e as pessoas vão querer se alimentar em outro lugar.

Lei de Zipf

O valor de uma rede é proporcional ao número de usuários e ao logaritmo do número de usuários

Para zipf é necessário considerar a interação entre os usuários a não só o acesso deles na rede.

A rede é de fato formada por nós e, como uma rede de pescador, cada nó é conectado a outros nós.

Quantas mais conexões entre os nós, mais robusta será a rede.

Menos conexões vão fragilizar a rede.

Este conceito é fundamental para entender como trabalhar as Redes Sociais.

Pois não é só importante que criar interações conosco, mas também entre os ‘nós”, que neste caso são os usuários.

Podemos chamar estas interações de “rewiring”.

A lei de Zipf é uma lei empírica proposta originalmente para palavras em um texto grande e afirma que dado algum corpus de enunciados de linguagem natural, a freqüência de qualquer palavra é inversamente proporcional a sua posição na tabela de freqüência.

A palavra mais frequente ocorrerá aproximadamente duas vezes mais vezes que a segunda palavra mais frequente, que ocorre duas vezes mais vezes que a quarta palavra mais frequente, etc.

Dado que o número de utilizadores é n, o valor total da rede é proporcional a n*log(n).

Aumentar o valor da rede como objetivo de projeto.

Assim de fato o modelo de negócio pode ter como objetivo, não só a criação de receita em si, mas o aumento do valor do ativo.

Isso por exemplo pode resultar em uma “ameaça” a uma comunidade virtual já existente, que terá então obrigação de comprá-la.

Alguns exemplos de Redes que foram compradas pelo valor da comunidade criada

  • Facebook comprou: whatsapp, instagram
  • Google comprou: youtube, orkut (agora fechado)
  • Ebay não conseguiu comprar MercadoLivre e negociou entrada no capital social

 Resumindo

  • Pela lei de Metcalfe e pela lei de Reed o valor da rede aumenta com o número de usuários, independente das interações na rede.
  • Pela lei de Beckstrom e Zipf o valor aumenta com as interações nas redes, sejam transações ou não.

Gostaria de mais detalhes sobre como estimar o valor da comunidade que você administra ou quer criar?

Entre em contato com o Time NoTopo.

Estrategista de Modelos de Negócio e de Marketing Digital, Engenheiro. Mais de 10 anos de experiência internacional em vários paises da Europa e América Latina. Especialista na implementação e otimização de Processos de Business. Perfil linkedin: https://br.linkedin.com/in/daniloalbadigitalmarketing

..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.